Corinthiosidades
   A Democracia Corinthiana
 CORINTHIANS
 TODOS OS JOGOS
 ÚLTIMOS JOGOS
 PRÓXIMOS JOGOS
 HISTÓRIA
 TÍTULOS
 JOGOS HISTÓRICOS
 ÍDOLOS
 ESCUDOS
 HINO
 CORINTHIOSIDADES
 + CORINTHIANS
 O AUTOR
 QUEM SOU
 CONTATO
 MINHAS FOTOS
 RECONHECIMENTO
 COLABORADORES
 MAIS FUTEBOL
 TODOS OS JOGOS
 DAS COPAS

Compartilhe:


2 comentários. Deixe seu comentário.

Um dos movimentos político-social mais importantes da história de um clube de futebol no mundo. Essa foi a Democracia Corinthiana.

Tudo começou no final de 1981, com a ascensão de Waldemar Pires na presidência do clube, após a saída de Vicente Matheus. A presidência descentralizada de Pires e a presença do sociólogo Adilson Monteiro Alves como gerente de futebol, somadas à articulação política de alguns jogadores daquele elenco permitiram o nascimento de um modelo inédito (e nunca mais repetido) de autogestão no esporte.

A idéia visava unir o elenco e fazer com que ele tivesse o direito de livre expressão para debater sobre decisões dentro e fora de campo. Todos os funcionários do clube, desde o roupeiro até o presidente, tinham o direito a voto, seja para a contratação ou demissão de um jogador.

O movimento logo ganhou o apoio dos jogadores, liderado por Sócrates, Casagrande, Wladimir, Zé Maria, Zenon e cia.

A ideia ia de encontro ao momento político do país, em plena ditadura militar, que censurava e perseguia movimentos populares que pediam a volta da democracia ao país.

E por isso mesmo não só jogadores do Corinthians apoiavam o movimento, mas figuras importantes da música e da imprensa, como Rita Lee, Juca Kfouri, Boni, liderados pelo publicitário Washington Olivetto, que assumiu o marketing corinthiano.

Inclusive foi Washington Olivetto, captando uma ideia durante um debate por volta de setembro de 1982, que cunhou o nome que entraria para a história: Democracia Corinthiana.

Claro que nem tudo eram flores. Parte da imprensa criticava fortemente o movimento. O time perdia, lá vinha paulada: "Tá vendo, estão preocupados com assuntos que não são o futebol..."

Isso porque as lideranças do movimento estavam tendo destaque fora de campo por participarem de eventos externos, como os lendários comícios das "Diretas Já". O maior deles, realizado no dia 16 de abril de 1984 no Vale do Anhangabaú, teve a participação de Adílson Monteiros Alves e dos jogadores Sócrates, Casagrande, Wladimir e Juninho (a camisa amarela usada nos Comícios ganhou homenagem do Corinthians em 2023, como terceira camisa). Outros personagens ligados ao esporte, como o narrador Osmar Santos, também participaram do evento histórico.

E dentro de campo, houve resultados positivos: Primeiro, quando o time conseguiu sair da Taça de Prata do Campeonato Brasileiro e chegou à quarta de final na Taça de Ouro, no mesmo ano.

Mas a maior conquista da Democracia Corintiana foi a conquista do bicampeonato paulista, derrotando o São Paulo, na final, dois anos seguidos. (ver "Títulos - Bicampeão Paulista 1982/83").

Em abril de 1985, após o grupo de Adílson perder as eleições, chegou ao fim um dos períodos mais emblemáticos da história alvinegra.

Extra-oficialmente, a Democracia Corinthiana durou de 05/11/1981 (Corinthians 1 x 1 Guarani) à 31/03/1985 (Portuguesa 0 x 2 Corinthians), totalizando:

249 jogos;
127 vitórias;
79 empates;
43 derrotas;
398 gols marcados;
211 gols sofridos.

Para saber mais sobre esse movimento histórico do futebol brasileiro, assista ao documentário "Ser Campeão é Detalhe: Democracia Corinthiana":


Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Nome*

Comentário*


2 comentários

guigo     28.06.2022 - 17:48
obrigado, estava precisando disso para um trabalho!

Resposta de Victor Hugo Brizotto Garcia    29.06.2022 - 09:36
Opa!



Todos os Jogos (Planilha com todos os jogos da história do Corinthians)


Uniforme

Terceiras Camisas

"Timão" e o "Campeão dos Campeões"

O Mosqueteiro e São Jorge

As "Casas" do Corinthians

A Origem do nome "Corinthians"


As Temporadas do Corinthians

Competições - Temporadas

Competições - Melhores Desempenhos

Competições - Desempenhos Detalhados


Os maiores artilheiros da história do Corinthians

Quem mais jogou com a camisa do Timão

Os maiores "garçons" do Timão

Os Maiores Campeões pelo Corinthians

Os Maiores Ídolos

Os Maiores Goleiros

Corinthianos artilheiros de Competições

Os Bustos do Parque São Jorge e Dona Elisa

Os estrangeiros que jogaram no Timão

Todos os Técnicos

Quem mais treinou o Timão

Os Técnicos dos Títulos

Técnicos - Os Maiores Campeões

Técnicos - do Corinthians para a Seleção

Todos os Presidentes


A Democracia Corinthiana

A Invasão Corinthiana - 1976

Outras Invasões


Primeiros

Recordes

Gols Históricos

Maiores goleadas aplicadas

Maiores públicos do Corinthians

Maiores Invencibilidades

A Taça dos Invictos

As Escalações Titulares mais Escaladas

Títulos - Finais x Pontos Corridos

As Finais do Corinthians - Mandos x Uniformes x Títulos

Mata-mata - Corinthians x Outros

Mata-mata - Mandos x Classificações

As Disputas de Pênaltis

Classificações / eliminações pelo gol qualificado

Eliminações do segundo jogo na Copa do Brasil

Os Estádios dos Títulos

Os Adversários dos Títulos

Campeão de Listrado

Títulos invictos

Faixa Ouro do Futebol Brasileiro

Taça "O Mais Querido do Brasil" - 1955


Os Projetos fracassados de estádios

Os Mosaicos do Pacaembu

Os Mosaicos da Arena

Os maiores artilheiros da Arena

Os maiores públicos da Arena

A Seleção Brasileira nos Estádios do Corinthians

Neo Química Arena - Eventos Diversos


Livros sobre o Corinthians

Filmes e documentários sobre o Corinthians

Músicas sobre o Corinthians


Corinthians e Pelé

Prêmio Sócrates

Os Patrocínios e Fornecedores do Uniforme

As Torcidas Organizadas

O Time das viradas

Os Jogos no Aniversário

Os Jogos contra o Corinthian inglês

Os Jogos contra Seleções Nacionais

Os Jogos contra o Barcelona

O "Jogo das Barricas"

Os Jogos com portões fechados

Quando o futebol parou

O dia em que o Timão foi Brasil

O jogo no primeiro campo de futebol do Brasil

Campeão sem jogar

O Torino e a Camisa grená

A morte de Lidu e Eduardo. E o porco

A quase tragédia no Equador

Osso duro de roer

A Pena do galo verde

Ganhando na moedinha

Corinthianos em Copas do Mundo




Home
História
Títulos
Jogos Históricos
Ídolos
Escudos
Hino
Corinthiosidades
Todos os Jogos

Últimos Jogos
Próximos Jogos

+ Corinthians
Quem sou
Minhas Fotos
Reconhecimento
Créditos e Agradecimentos
Colaboradores
Todos os Jogos das Copas

Mapa do Site

© 2007 - 2024 VICTOR HUGO BRIZOTTO GARCIA

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!